Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Parceria

Sudene e Fundaj ensaiam ações conjuntas

Escrito por Assessoria de Comunicação (Sudene) | Criado: Sexta, 01 de Fevereiro de 2019, 17h06

Alfredo Bertini, novo presidente da Fundação, esteve na Sudene para estabelecer primeiro contato com a autarquia. Instituições já pensam em projetos.

20190201 agenda fundaj foto1

Quando assumiu a presidência da Fundação Joaquim Nabuco no último dia 28, Alfredo Bertini relembrou que a instituição, ao ser concebida por Gilberto Freyre, atuaria em parceria com a Sudene e o Banco do Nordeste em prol da concepção e execução de políticas de desenvolvimento para o Nordeste. Com o intuito de reforçar esta aproximação, Bertini foi recebido pelo superintendente Mário Gordilho durante audiência na manhã nesta sexta-feira (01) na sede da autarquia em Recife. Os gestores estavam acompanhados por suas respectivas equipes técnicas.

Apesar de ser o primeiro contato entre os gestores, já houve o entendimento de que as entidades precisam atuar em conjunto, reconstruindo uma sintonia histórica. “É de extrema importância a união de instituições com sede no Nordeste que possuam objetivos comuns para realizar pesquisas, analisar e sugerir ações para a região. A tradição da Sudene e da Fundaj levam-nas a um caminho que deve ser buscado e mantido”, comentou o superintendente da Sudene.

20190201 agenda fundaj foto2

Durante o encontro, a Sudene apresentou uma primeira proposta ao presidente da Fundaj: construir, em parceria com a Fundação, um núcleo regional de avaliação de políticas públicas federais em curso na área de atuação da autarquia. “A ideia é que seja um processo contínuo, integrando também as universidades federais”, adianta o coordenador-geral de estudos e pesquisas da Sudene, Ademir Vilaça.

Segundo o técnico, a superintendência está estruturando os instrumentos de avaliação e quais programas devem ser mapeados. No entanto, já é possível a Sudene aproveitar metodologias utilizadas na gestão e controle da aplicação dos recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) e dos incentivos fiscais.

Também foi discutida a possibilidade de a Fundaj colaborar com a autarquia no mapeamento das diretrizes prioritárias do Ministério da Educação (MEC) para a região.

As instituições devem marcar um novo encontro, desta vez com abordagem mais técnica, para a construção de uma agenda de atividades.

 

Assessoria de Comunicação Social e Marketing Institucional
Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste
(81) 2102-2102
ascom@sudene.gov.br
Siga nossas redes sociais: @sudenebr

Fim do conteúdo da página