Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Workshop

Inovação é fundamental para o desenvolvimento

Escrito por Assessoria de Comunicação (Sudene) | Criado: Quinta, 28 de Fevereiro de 2019, 15h44

Essa foi uma afirmação constante na reunião técnica sobre ciência, tecnologia e inovação promovida pela Sudene.

Foto de uma das apresentações, mostrando um palestrante apontando para o telão

Foto: Ascom (Sudene)


O encontro, realizado ontem (27) e hoje (28) na sede da Autarquia, abordou estratégias, programas e ações voltados para a consolidação de um sistema regional e subregional de ciência, tecnologia e inovação na área de atuação da Superintendência, que irão subsidiar o Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste (PRDNE). Os debates contaram com contribuições de diversas instituições comprometidas com o desenvolvimento regional, que destacaram a importância, entre outras coisas, de mobilizar os atores envolvidos com o tema e ampliar as alianças; multiplicar as experiências exitosas; fortalecer os programas governamentais voltados para o tema; estimular o trabalho em rede; ouvir os setores a serem beneficiados com as ações propostas, realizando um levantamento das necessidades direto na fonte. A ideia é trabalhar a partir da base, sempre direcionando o olhar de baixo para cima.

Representando a UFPE, Ana Cristina Fernandes, defendeu que se deve investir em estratégias para solucionar as ocupações profissionais que podem ser extintas ou que passem a exigir uma qualificação diferenciada em decorrência atual trajetória tecnológica. Apontadas como a quarta revolução industrial,as novas tecnologias trazem impactos que tendem a ser maiores que o registrado em revoluções anteriores, com cerca de 64% das ocupações mundiais sendo afetadas, segundo a acadêmica. Já o representante da Embrapa, Marco Bomfim, disse que é preciso atacar o “alto” índice de pobreza registrado na Região, especialmente no Semiárido, além de propor ações que organizem os produtores, fortaleçam as cooperativas e nichos de inovação tecnológica que já estão estruturados.

Participaram do debate, também, representantes da Financiadora de Inovação e Pesquisa (Finep), Federação das Indústrias do Ceará, Fundações de Amparo à Pesquisa (FAPs), Instituto Federal do Ceará (IFCE), Instituto Nacional do Semiárido (INSA), Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), Secretaria de Ciência e Tecnologia de Pernambuco, Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae AL e PE), Porto Digital, Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

Foto de uma palestrante próxima ao telão e da mesa de duas pessoas sentadas à mesa que fica no palco

Foto: Ascom (Sudene)


O final da reunião foi marcado pela formação de grupos para a discussão e apresentação de propostas sobre “Desenvolvimento local”; “Empreendedorismo”; e “Jovens no semiárido”. As contribuições levantadas incluem identificar eixos nos APLs e territórios para a atuação prioritária; revisitar e aperfeiçoar as Rotas de Integração Nacional; reconfigurar os setores econômicos tradicionais; envolver atores relevantes dos núcleos territoriais em cada estado; prover infraestrutura para conectividade; tornar a escola atrativa para jovens e professores, estimulando a participação; promover caravanas tecnológicas; utilizar a ciência, tecnologia e inovação como vetor de transformação da escola e da forma de ensinar; direcionar a gestão dos recursos hídricos para a revitalização dos principais rios da Região. Foi enfatizada a necessidade de a Sudene assumir o protagonismo das ações de desenvolvimento do Nordeste, através da articulação dos parceiros  e da convergência de agendas.

PRDNE

Na construção do PRDNE, a Sudene vem contando com a parceria do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), através de um Acordo de Cooperação. Esse processo prevê a mobilização e articulação de atores nacionais e regionais que possam contribuir com a elaboração do Plano, já tendo sido realizadas diversas reuniões com instituições que focam no desenvolvimento regional. O Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE) está com a responsabilidade de consolidar as propostas dos consultores contratados através desse acordo. “Ciência, Tecnologia e Inovação” é um dos eixos temáticos do PRDNE. A previsão é de que a primeira versão consolidada do plano seja entregue até o dia 15 de abril e que seja apresentado ao Conselho Deliberativo da Sudene (Condel). A versão final está prevista para o final de maio.

 

Assessoria de Comunicação Social e Marketing Institucional
Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste
(81) 2102-2102
ascom@sudene.gov.br
Siga nossas redes sociais: @sudenebr

Fim do conteúdo da página