Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Articulação

Sudene debate educação na primeira infância

Escrito por Assessoria de Comunicação (Sudene) | Criado: Sexta, 29 de Março de 2019, 17h10

Técnicos da Autarquia se reuniram com organizações governamentais e não governamentais que trabalham com o tema.

Participantes da reunião sentados à mesa.

Foto: Ascom (Sudene)


O encontro foi realizado dia 28, com o objetivo de cumprir mais uma etapa de discussões para a agenda “Educação” do Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste (PRDNE). Técnicos da Superintendência receberam representantes da Rede Nacional Primeira Infância, Instituto da Infância (IFAN), Visão Mundial Brasil, Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e Secretaria de Educação do Estado do Ceará.

As “diferentes infâncias” a serem consideradas na elaboração de políticas públicas para crianças na faixa etária de 0 a 6 anos foi uma das pautas abordadas. Para Luzia Laffite, superintendente do IFAN, as territorialidades devem ser levadas em consideração, a exemplo das crianças que vivem nos quilombolas e nas regiões do semiárido.  

Já Vital Didonet, representante da Rede Nacional Primeira Infância, defende que a temática da educação na primeira infância seja construída a partir de uma visão holística, considerando a criança em sua integralidade. “Há uma baixa compreensão do conceito holístico, envolvendo a criança, como um sujeito de direitos, que deve ser respeitado em sua individualidade e singularidade”, pontuou Didonet.

A participação do Governo do Ceará foi marcada por uma apresentação de experiências exitosas do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Infantil (PADIN), que visa atuar junto às famílias para assegurar o desenvolvimento cognitivo e o bem estar físico e emocional das crianças na primeira infância. “As experiências vivenciadas pelas crianças nos primeiros anos de vida influenciam diretamente o seu pleno desenvolvimento no futuro”, enfatizou Maria Benildes, representante da Secretaria de Educação do Estado.

Sudene

O papel de articulação que a Sudene vem desempenhando nos estados de sua área de atuação deve ser exercido junto às redes da primeira infância da Região, fortalecendo-as e incrementando-as. Essa é opinião da superintendente do IFAN, Luzia Laffite. “Deve-se considerar o grande potencial do Nordeste em ter, em praticamente todos os estados, redes estaduais da primeira infância. O caminho mais viável seria a Sudene atuar como articuladora junto a essas redes que conhecem as demandas em cada Estado”.

As contribuições das instituições participantes do encontro servirão de base para o estabelecimento de desafios, diretrizes e estratégias que serão considerados na construção da agenda temática de Educação do PRDNE. A Sudene vem mobilizando e articulando atores nacionais e regionais que possam contribuir com a elaboração do plano, definindo uma agenda comum. O PRDNE terá força de lei, devendo ser submetido ao Congresso Nacional e revisado anualmente, além de tramitar juntamente com o Plano Plurianual (PPA).

 

Assessoria de Comunicação Social e Marketing Institucional
Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste
(81) 2102-2102
ascom@sudene.gov.br
Siga nossas redes sociais: @sudenebr

Fim do conteúdo da página