Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
PRDNE, Sudene, IBRAFOCCO

Encontro discute iniciativas para o semiárido

Escrito por Sudene | Criado: Segunda, 15 de Abril de 2019, 14h07 | Publicado: Segunda, 15 de Abril de 2019, 14h07

Técnicos da Sudene receberam representantes do IBRAFOCCO para debater ações contempladas no PRDNE.

20190415 ibrafocco materia foto1Foto: Ascom (Sudene)

Formar parcerias, integrando ações desenvolvidas por instituições governamentais e não governamentais, faz parte do processo de elaboração do Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste (PRDNE), que está sendo desenvolvido pela Sudene. Visando essa construção conjunta, ocorreu, na última sexta-feira (12), um encontro entre técnicos desta Superintendência e representantes do Instituto Brasileiro de Fomento da Ovinocaprinocultura Comercial (IBRAFOCCO), localizado na Bahia. Também participou da reunião o vereador de Salvador (BA), Maurício Trindade.

Durante o encontro, foi apresentado o Programa Sertão Forte cujo objetivo é maximizar a produção e a renda familiar da pequena propriedade rural do semiárido, com iniciativas que garantam o desenvolvimento sustentável dessa região, através dos setores da agropecuária apropriada e de energia renovável.

De acordo com técnicos da Sudene que estão participando da elaboração do PRDNE, mais especificamente nos eixos ligados à Agropecuária e à Infraestrutura, o programa Sertão Forte está alinhado em vários pontos com o que a Sudene vem priorizando em seus projetos e ações. “O programa se alinha com o que foi diagnosticado no PRDNE e poderá ajudar a reduzir as deficiências no setor de agropecuária e agroindústria, levando conhecimento e capacitação para o trabalhador rural”, afirmou Mauro Bezerra, médico veterinário da Sudene e integrante da agenda Agropecuária e Agroindústria do PRDNE.

Para o coordenador de projetos do IBRAFOCCO, Antônio Araújo, a troca de experiências e a busca de parcerias com outras instituições é fundamental para a implantação do programa no semiárido nordestino. “É preciso que a Sudene e outras instituições se articulem e criem uma espécie de marco regulatório que permita que os governos estaduais e municipais apoiem as organizações nascidas da união entre os produtores rurais e os empresários do campo e da cidade”, pontuou Antônio.

Um outro ponto que apresentou convergência com o PRDNE foi a proposta do programa em buscar a geração de receita para as famílias através do projeto Sertão Solar Familiar. “Este ponto está alinhado com o que propõe o PRDNE ao incentivar o pequeno produtor de energia, através da geração distribuída, permitindo a comercialização de energia e aproveitando o grande potencial de energia do Nordeste”, frisou Frederico Bezerra, engenheiro eletricista da Sudene, e integrante da Agenda Infraestrutura e Indústria do PRDNE.

O programa Sertão Forte abarca outros projetos que possuem propostas contempladas no PRDNE, como interiorização da assistência técnica e extensão rural; modernização e diversificação dos sistemas de produção agropecuária; desenvolvimento agroindustrial e parcerias público-privadas do agronegócio familiar; cadeias produtivas para a região. A previsão é que em junho deste ano o programa seja lançado e que possua mais de um milhão de beneficiários.

20190415 ibrafocco materia foto2 Equipe do encontro debateu ações para o semiárido alinhadas com o PRDNE. Foto: Ascom (Sudene)

Assessoria de Comunicação Social e Marketing Institucional
Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste
(81) 2102-2102
ascom@sudene.gov.br
Siga nossas redes sociais: @sudenebr

 

Fim do conteúdo da página