Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
PRDNE

Encontro aborda estratégias de implementação do PRDNE

Escrito por Agnelo Câmara | Criado: Terça, 17 de Dezembro de 2019, 16h58

Técnicos da Sudene, consultores e parceiros traçam novos passos para a condução do plano regional.

20191217 nivelamento PRDNE foto1

Foi realizada nesta segunda-feira, 16/12, uma oficina de nivelamento conceitual e de planejamento para os grupos de trabalho criados pela Sudene para o monitoramento do Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste (PRDNE). O encontro serviu para internalizar as definições e concepções das metodologias aplicadas pela autarquia para implementação das trilhas 1 e 2 do projeto. Na ocasião, estavam presentes técnicos de várias unidades da Sudene, além dos consultores do Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), instituição parceira da autarquia.

Os temas apresentados pelos consultores foram os diretamente relacionados ao plano como os conceitos de Inovação, Governança Compartilhada, Modelos de Financiamento, PPPs e Concessões, Fundos de Investimento (modelos e estruturas), Fundos de Investimentos em Empresas de Base Tecnológica (O Caso Criatec), além dos conceitos básicos do PRDNE e a metodologia de priorização dos projetos que será utilizada.

OFICINA

A multidisciplinaridade e o diálogo colaborativo entre instituições foram a tônica da fala da consultora do CGEE Francilene Garcia, que abordou o que será trabalhar com os modelos de cooperação diferentes que serão determinados pelas novas relações territoriais que o PRDNE vai criar. “Não se pode falar de Inovação alinhada ao crescimento sustentável e à geração de uma economia mais competitiva e à melhoria da qualidade de vida, se não tivermos, no espírito de todas as nossas ações, a intenção da criação de valor”, explicou.

Participante do encontro, Tânia Bacelar chamou a atenção para a noção de governança compartilhada das iniciativas do PRDNE. De acordo com a economista, três palavras a explicam: cooperação, corresponsabilidade e representação/ representatividade entre entes diferentes – instituições governamentais, empresariais e da sociedade civil.

Os consultores Ana Luíza Ferreira e Paulo Guimarães falaram sobre modelos de financiamento, passando pelas concessões, parcerias público-privadas, fundos de investimento, disponibilidades e a detecção de oportunidades que possam se somar aos objetivos estratégicos do PRDNE.

Encerrando a programação, Sérgio Buarque e João Salles, também consultores do CGEE, falaram sobre a metodologia que será usada na revisão do PRDNE, abrindo o debate para a modelagem da priorização dos projetos e programas que farão parte do plano.

Esta foi a primeira das oficinas previstas pela equipe do CGEE para os grupos de trabalho do PRDNE para apoiar a Sudene na revisão do plano na sua estratégia e seus programas e projetos prioritários.

20191217 nivelamento PRDNE foto2

Fim do conteúdo da página