Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Pesquisas personalizadas

IBGE inclui área da Sudene no banco de dados do SIDRA

Escrito por Assessoria de Comunicação | Publicado: Quinta, 14 de Maio de 2020, 17h11

A inclusão é resultado de uma solicitação da Superintendência ao Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.


A ilustração mostra três gráficos de barras e hachuras à esquerda. À direita, está o mapa da área de atuação da Sudene.

Ilustração: Assessoria de Comunicação (Sudene)

A inclusão permite o recorte exato da área de atuação da autarquia para prosseguimento em pesquisas e estudos. Atualmente, 1990 municípios integram o território.

A partir de agora, o território de atuação da Sudene será incluído no Sistema de Recuperação de dados (Sidra) do IBGE, responsável pela disponibilização de todas as pesquisas produzidas pelo Instituto. Robson Brandão, coordenador geral de Estudos, Pesquisas, Tecnologia e Inovação da Superintendência, explica que isso vai facilitar a consulta e tratamento dos dados nos trabalhos da Sudene, pois a instituição possui, em sua área de atuação, municípios de dois estados (MG e ES) que não estão localizados no Nordeste. ”Quando pesquisamos dados no IBGE, precisamos fazer um trabalho adicional para selecionar só os municípios onde a Sudene atua, mas com a inclusão do recorte territorial do Instituto essa consulta será automática”, enfatiza o coordenador.

Ainda segundo Robson as informações serão agregadas também por estado, considerando os municípios de Minas Gerais e Espírito Santo, fazendo com que a Autarquia ganhe agilidade na realização dos seus trabalhos. A área de atuação da Sudene abrange totalmente os estados do Nordeste e, parcialmente, os estados de Minas Gerais e Espírito Santo, totalizando 1990 municípios. “A inclusão dessa área no sistema de coleta de dados do IBGE é uma novidade que merece referências, pois facilitará, sobremaneira, o trabalho de toda equipe técnica, que utilizará o recorte exato para prosseguimento em pesquisas e estudos”, enfatiza o superintendente da Sudene, Evaldo Cruz Neto.

São inúmeras as atividades da Sudene que utilizam informações do IBGE, entre elas a avaliação de programas e ações para o semiárido, voltados ao desenvolvimento econômico, social e cultural, e à proteção ambiental; proposição de indicadores econômicos, sociais, ambientais e institucionais para subsidiar o Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste (PRDNE); avaliação dos impactos das ações de desenvolvimento de sua área de atuação; acompanhamento da implementação e avaliação dos impactos socioeconômicos dos planos, programas e projetos nacionais e regionais de promoção do desenvolvimento includente e sustentável; elaboração de estudos e pesquisas; sistematização e programação de base de dados para subsidiar os processos de formulação, monitoramento e avaliação de planos e programas.

Para o diretor de Planejamento da Sudene, Raimundo Gomes de Matos, a inclusão da área da Autarquia no Sidra é de “suma importância” para subsidiar essas atividades e fortalecer o planejamento da Superintendência do Desenvolvimento no Nordeste em prol da Região. É uma decisão “que vai contribuir com a nossa missão de promover o planejamento regional, as articulações necessárias e as parcerias com vários ministérios, governos estaduais e municipais, repassando as estratégias e os subsídios necessários para as suas ações”, concluiu o diretor.

--
Assessoria de Comunicação Social e Marketing Institucional
Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste
(81) 2102-2102
ascom@sudene.gov.br
Siga nossas redes sociais: @sudenebr

Fim do conteúdo da página