Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Eixo Social

Eixo social


Neste eixo, os indicadores sociais fornecem subsídios às atividades de planejamento público e formulação de políticas nas diferentes esferas de governo. Além disso, possibilitam o monitoramento das condições de vida e bem-estar da população, por parte do poder público e sociedade civil.

São temas relevantes para o desenvolvimento na dimensão social: saúde, educação, habitação, acesso a serviços públicos, segurança, pobreza e desigualdade.

 

SOCIAL

habitacaominiatura 01

 


HABITAÇÃO

Nesse boletim, serão apresentados indicadores que contemplam aspectos relevantes para a compreensão das condições de habitação. Na perspectiva de instituições internacionais voltadas para o desenvolvimento sustentável e a promoção dos direitos humanos, as condições de habitação estão relacionadas às características das edificações, como materiais construtivos e instalações, às características ambientais, à construção de cidades sustentáveis e à inclusão social.



- Publicação em julho de 2018

SOCIAL

Boletim temático - Educação Básica

 


EDUCAÇÃO BÁSICA

A Educação Básica (Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio) tem por finalidades desenvolver o educando, assegurar-lhe a formação comum indispensável para o exercício da cidadania e fornecer-lhe meios para progredir no trabalho e em estudos posteriores (LDB - Lei nº 9.394/96, Art. 22º). Neste boletim, serão apresentados alguns indicadores elaborados pelo INEP para que subsidiem as políticas públicas educacionais com enfoque regional.

- Publicação em novembro de 2017


SOCIAL

 alt=

 


MIGRAÇÃO

A dinâmica migratória desenha o comportamento espacial dos indivíduos, tornando-se uma importante variável a ser considerada em análises no contexto do desenvolvimento regional, uma vez que está relacionada às questões socioeconômicas, culturais, políticas e naturais (secas e enchentes, por exemplo). Nesta publicação, as migrações serão apresentadas sob a ótica da demografia, que correspondem ao deslocamento da população dentro de um espaço geográfico, com caráter temporário ou permanente.

- Publicação em novembro de 2017


SOCIAL

Boletim temático - Mortalidade materno-infantil

 


MORTALIDADE MATERNO-INFANTIL

Perseguir melhores indicadores de desenvolvimento socioeconômico é um dos pilares das agendas de desenvolvimento dos países. Alcançar melhores indicadores de saúde é crucial para a promoção do desenvolvimento, com impactos diretos sobre o bem-estar e a qualidade de vida do indivíduo. Na saúde, dois indicadores são relevantes para avaliar a qualidade dos serviços básicos ofertados à população: as taxas de mortalidade materna e infantil, que permitem avaliar as condições de saúde ligadas à primeira infância e à gestante.

- Publicação em novembro de 2017

 

SOCIAL

Boletim temático - Analfabetismo

 


ANALFABETISMO

O tema Educação é recorrente em discussões acerca do Desenvolvimento Sustentável de uma região, sendo a Educação de Qualidade um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) do Programa das Nações Unidas para oDesenvolvimento (PNUD). Neste sentido, a proposta do Objetivo 4 é assegurar a educação inclusiva e equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos. Entretanto, o Brasil permanece com problemas relativos ao analfabetismo.

- Publicação em novembro de 2017


SOCIAL

Boletim - Demografia

 


DEMOGRAFIA

Com base nos resultados do Censo Demográfico de 2010, a Região Nordeste comportava uma população total de 53,0 milhões de habitantes, que correspondia a 27,7% da população nacional. A população do Nordeste cresceu nos últimos trinta anos em torno de 50%, apresentando um crescimento médio anual de 1,8% entre 1980 e 1991, decrescendo para 1,1% ao ano entre 2000 e 2010.

- Publicação em setembro de 2015

Fim do conteúdo da página