Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > PRDNE > Eixos estratégicos e macroprojetos
Início do conteúdo da página

Eixos estratégicos e projetos

mosaico eixoestrategico

 

ATRAÇÃO DE PROJETOS

A área de atuação da Sudene oferece diversas oportunidades para transformar a vida de milhões de pessoas. Ao mesmo tempo, a região necessita de novas ideias para superar os desafios sociais e econômicos típicos, sem abrir mão da importância de conservar os recursos naturais. Por isso, o PRDNE está sensível à missão de estabelecer novas ações e projetos que preocupam-se com essas questões. 

 

Segurança Hídrica e Conservação Ambiental


O eixo estratégico de Conservação Ambiental e Segurança Hídrica organiza um conjunto articulado de ações para proteger o meio ambiente, promover o uso sustentável dos recursos naturais e aumentar a resiliência à eventos climáticos extremos. Um meio ambiente equilibrado é condição essencial para a sustentação de toda a vida no planeta terra, sendo a base para as atividades produtivas e a qualidade de vida das pessoas.

A área de meio ambiente compreende todos os aspectos relativos a clima, solos, água, fauna, flora e biodiversidade, incluindo todos os fatores que afetam os recursos naturais, como os impactos negativos das atividades humanas ou das mudanças climáticas, e também os fatores positivos propiciados pelo meio ambiente para as atividades humanas, tais como os serviços ecossistêmicos.

Um grande potencial se apresenta para o desenvolvimento sustentável da Região Nordeste a partir da valorização da biodiversidade presente no bioma Caatinga que pode ser a base para produção de novos fármacos, cosméticos, suplementos nutricionais, defensivos, conservantes e biomoléculas, além de fomentar o turismo, a geração de renda e o emprego.
 

Inovação


A ciência, a tecnologia e a inovação (CT&I) apresentam, historicamente, um impacto imenso na “solução” de desafios que surgem com novos padrões de produção, distribuição e consumo nos diferentes setores da economia. O papel dos governos é estratégico na identificação, financiamento e ampliação de competências e infraestruturas científicas e tecnológicas capacitadas para enfrentar esses desafios – criando e moldando mercados através de parcerias público-privadas.

Para o Nordeste, inserido na nova abordagem de desenvolvimento, que articule as suas competências e redes de conhecimento no enfrentamento de fragilidades e na maior apropriação de oportunidades em áreas de fronteira tecnológica (biodiversidade, energia, biotecnologia, indústria 4.0, bioeconomia), inspira e motiva a inserção da CT&I como eixo central de uma política de desenvolvimento econômico sustentável e competitiva.

Desenvolvimento das capacidades humanas


O Eixo estratégico de Desenvolvimento de capacidades humanas organiza um conjunto articulado de ações para lidar com os desafios do Nordeste, ampliando a escala territorial das transformações que se verificam na região e preparando a região para as grandes transformações no contexto nacional e internacional, realizando as mudanças que elevam a competitividade econômica e a produtividade das atividades produtivas e promovem a dinamização e a diversificação da economia nordestina, assim como o adensamento das cadeias produtivas.

O eixo estratégico permite que o Nordeste acompanhe o padrão de desenvolvimento do século XXI baseado no conhecimento e viabiliza o crescimento da economia do Nordeste em ritmo superior à média nacional, aproveitando as vantagens e potencialidades da região. Como resultado, o Brasil registra, no futuro, uma redução das desigualdades regionais e uma convergência regional dos indicadores econômicos com a melhora da posição do Nordeste.

Dinamização e diversificação produtiva


O Eixo estratégico de Dinamização e diversificação produtiva organiza um conjunto articulado de ações para lidar com os desafios do Nordeste, ampliando a escala territorial das transformações que se verificam na região e preparando a região para as grandes transformações no contexto nacional e internacional, realizando as mudanças que elevam a competitividade econômica e a produtividade das atividades produtivas e promovem a dinamização e a diversificação da economia nordestina, assim como o adensamento das cadeias produtivas.

Desenvolvimento Social e Urbano

 
A melhoria das condições de vida no Nordeste permanece sendo um dos objetivos centrais do Plano de Desenvolvimento Regional aqui proposto, visto que apesar da melhoria de vários indicadores sociais, em especial o Índice de Desenvolvimento Humano, observada nas últimas décadas, os quadro social nordestino ainda se apresenta mais grave que o nacional e sobretudo que o das regiões Sul e Sudeste do país.  A ampliação do acesso a serviços públicos essenciais, com destaque para os de saúde, saneamento e tratamento de resíduos sólidos, além de segurança e mobilidade urbana se coloca entre os objetivos centrais das políticas públicas na região, mesmo em ambiente de crise fiscal grave.

 

 

Desenvolvimento institucional 

 

O Desenvolvimento institucional organiza as ações necessárias à recuperação da capacidade de organização e articulação das instituições regionais e à construção de novos arranjos institucionais e financeiros para o desenvolvimento do Nordeste. Deve contribuir, desta forma, para a construção de agendas participativas de pactuação e viabilização de fontes alternativas de investimento, de modo a facilitar a implementação dos outros eixos estratégicos.

Fim do conteúdo da página